Acesse o seu curso:

Notícias

Com algumas alterações no layout e novas funcionalidades, começou a ser utilizado a nova versão do ambiente virtual de aprendizagem do Instituto de Educação a Distância da RCCBRASIL. Essa versão é compatível com celulares e tablets tornando mais fácil a navegação nas páginas internas dos cursos.

Desde outubro, o IEAD RCCBRASIL iniciou também a migração dos vídeos para uma nova plataforma que possibilita armazenar as aulas em qualidade Full HD. Os cursos produzidos a partir de 2016 já são produzidos em alta resolução e possuem a qualidade que é apropriada para TV. Com essa nova tecnologia, a própria plataforma de vídeo identifica o aparelho e a velocidade da internet do aluno e adapta a qualidade do vídeo para evitar travamentos.

As aulas podem ser assistidas com um aparelho mobile, mas, os cursos oferecem muitos materiais em áudio e texto, sendo recomendável que tenha espaço suficiente para armazenar arquivos (pelo menos 500 MB). Os áudios, textos, livros e cadernos de leitura e atividades podem ser baixados e armazenados para consultas posteriores, porém, os vídeos devem ser assistidos enquanto o aluno estiver online.

Como funciona o novo ambiente

O IEAD RCCBRASIL manteve o máximo possível do layout dos cursos, que é simples e prático para facilitar a navegabilidade por parte do aluno, com algumas adaptações.

Por algum tempo, ainda estará disponível o ambiente virtual antigo (cursos iniciados até março de 2017). Assim, os alunos que estavam matriculados até março e vão iniciar um novo curso em abril ou maio utilizarão os dois ambientes.

O terceiro ambiente virtual é dos cursos em Espanhol que estão separados devido a customização dos cursos e linguagem. São muito semelhantes, contudo o layout, linguagem empregada (modo de dizer) e atividades são específicas da realidade da América Latina e não apenas uma tradução automática.

Sobre o ambiente virtual de aprendizagem (AVA)?

O ambiente virtual é construído com tecnologia Moodle, que é utilizado em milhares de empresas, escolas e universidades em todo o mundo. Como Software aberto, ele é construído por muitas mãos e todos os dias está se aperfeiçoando com o objetivo de tornar a educação e o conhecimento mais acessível e para o maior número de pessoas possíveis.

Em outubro de 2016, no Congresso Internacional de Educação a Distância, que ocorreu em Águas de Lindoia/SP, o Australiano Martin Dougiamas,  criador do software, como projeto de seu doutorado, usou a metáfora da fogueira para explicar o Moodle: você pode começar uma fogueira com algumas palhas, você vai aumentando ela gravetos e ela é capaz de queimá-los, à medida que ela vai aumentando de tamanho você pode ir colocando galhos, troncos até que chega uma hora que a fogueira é tão grande que qualquer coisa que você jogue nela vai queimar. Assim é o Moodle hoje uma fogueira alimentada por milhares de pessoas e que não para de queimar e vai se auto alimentando.

Muitos projetos vêm sendo desenvolvidos e a ideia é ampliar e integrar os recursos tornando a plataforma cada vez mais interativa e com ferramentas para o ensino-aprendizagem, cada vez mais próprios para as necessidades das instituições de ensino e dos alunos.